Posted tagged ‘Lula’

Vira e mexe fede mais!

09/10/2016

Todos sabem que Palocci, ex-ministro da fazenda de Lula e da Casa Civil de Dilma, tem segredos! Dedurado por Odebrecht, Palocci ganhou do Moro um convite pra ficar mais algum tempo em Curitiba. Em poucos dias os valores negociados pela Projeto Consultoria, empresa do genial petista, saltaram de uma ou duas centenas de milhões de REAIS para 348 milhões de DÓLARES! Confrontado com esse desnudamento contábil, o assessor, Kontic, também preso na operação, tentou o suicídio na cela da PF. E nós aqui tentando entender, ao câmbio de hoje, sempre arredondando as merrecas pra baixo, o que significa 1 bilhão e cento e vinte milhões de reais. Você, em 72 ANOS, ganhando um milhão e trezentos mil reais mensais, pode chegar perto, se nunca gastar um centavo! Barbada!
Palocci deve ser mais espremidinho! Pode até, entre um milhão e outro, aparecer uma linha qualquer amarrando Lula ao Celso Daniel. Vá saber!

Pedalada

16/04/2016

Todos já entenderam que pedalada é uma forma macia de apelidar uma colossal maquiagem contábil. Hoje uma pedalada pode ser traduzida como desemprego para 10 milhões de humilhados e inadimplência para 30 milhões de indignados .

FHC pedalou 2 bilhões e Lula 19,5 bilhões. Ou seja: os dois, juntos, pedalaram 21,5 bilhões em 16 anos de governo. Uma média de 1,3 bilhões por ano. Dilma pedalou, sozinha, em 5 anos, 179,4 bilhões. Uma média de 35,8 bilhões por ano.

Comparando o tamanho dos pecados (1,3 por ano e 35,8 por ano), dá para entender essa questão do golpe-impeachment como resultado da goleada que Dilma aplicou em FHC e Lula.

Vamos arredondar o placar para VINTE SETE a UM.

Isso que é saber pedalar! Uma proeza digna da Pátria do “Nunca Antes Na História Desse País”. Uma conta que a próxima geração talvez consiga pagar. Realmente não há crime de responsabilidade, pois não podemos responsabilizar uma irresponsável.

Não é necessário o aprofundamento jurídico sobre a conceituação do mal feito como criminalidade ou não. Todos sabemos que as razões políticas já são suficientemente fortes. Isso se democracia é um sistema focado nas necessidades do povo…

Fora Lava-Jato? Viva a corrupção?

20/03/2016

Todos queremos medidas drásticas contra a corrupção que nos rouba e debocha de nossa indignação. Há dois anos surgiu a Lava-Jato. Ainda não atingiu todos os cantos e todos os partidos, mas recuperou 3 bilhões dos 21 roubados no Petrolão. Só é possível pedir que bancos do exterior devolvam bilhões se eles existirem e se foram ilicitamente desviados. Só é possível roubos de tal magnitude se grandes ladrões os arquitetaram. Só é possível levar adiante uma operação policial desse porte se existirem pessoas com coragem para enfrentar ladrões capazes de roubar bilhões. Eu não tenho nenhum ladrão de estimação. Por mim podem ir todos para a cadeia, de Lula a Aécio. Dilma é politicamente incapaz, mas se estiver limpa e o caos econômico for do agrado da população, mesmo não concordando com essa estupidez, somos obrigados a aceitar mais três anos de paralisia gerencial. Agora ouvimos nas ruas gritos de “Fora Moro” e “Fora Lava-Jato”. Por quê? A quem interessa a permanência da corrupção?

Roubar pode se prender não pode?

04/03/2016

Fiquem tranquilos! O Mensalão não existiu! O Petrolão é uma fantasia. Não há uma crise econômica. A pretensa crise política é somente uma manobra oposicionista para desestabilizar o governo. E o Lula não precisa se preocupar porque nada pode ser provado sobre alguém que não sabe de nada.
Será que março de 2016 vai entrar para a história? Pelo menos essa  é a esperança daqueles que empurram os problemas nacionais com a barriga, a despeito de toda torcida contrária dos corruptos de ocasião.

Os líderes do PT, referindo-se à condução coercitiva a que Lula foi submetido para prestar esclarecimentos à polícia, dizem que “essa manobra da Operação Lava-Jato é ilegal, descabida, de cunho político e fere a Constituição.”  Membros do Supremo Tribunal Federal dizem que “ninguém está acima da lei”. Lula, acuado, dizia que “o Lulinha paz e amor acabou… se for necessário vou pro pau… e tenho certeza que o exército do companheiro Stédile não vai me deixar na mão…”

Recomenda-se juntar as peças ou tomar um medicamento pra memória. Qualquer um tem todo o direito de se sentir injuriado e sem chão depois que fica demonstrado que a sua bandeira tremulava sob premissas falsas, mas continuar a afirmar que isso não é verdade já escancara a absoluta falta de bom senso. Enquanto alguns gritam: “Lula, guerreiro do povo brasileiro”, o povo brasileiro, o verdadeiro guerreiro, tem pago a conta…

O mistério do ministério da propaganda

25/02/2016

João Santana, informal “ministro da propaganda” de Lula e Dilma, recebeu oficialmente 150 milhões do PT em 8 anos. (Especula-se sobre a origem de outros 30 milhões, aqui já embutindo maldades coxinhas, pois o João também ganhou uns trocados de Chaves e de outros bolivarianos menores.) Os 150 podem nos parecer muito, mas são menos do que 25% das doações, naquelas ficções contábeis que “aconteceram estritamente dentro da legalidade e foram posteriormente declaradas à Justiça”. (Lula 39,3 milhões, e Dilma 282 e 318.) O João deve ser muito bom! Nós, pequenos e mergulhados nesse mar de probleminhas pessoais, não entendemos nada da escala de valores usada nas grandes rodas! A presidência é um negócio tão lucrativo que qualquer valor investido tem retorno garantido… e há quem malde!

A herança do PT!

03/02/2016

Em 10/02/16 o PT completa 36 anos. Nesse período alcançou números impressionantes e foi protagonista de fatos importantes em nossa história recente: Tem a maior bancada do Congresso e conquistou quatro mandatos presidenciais… Gerou o maior rombo econômico da história… E uma decepção imensurável, para quem acreditou que essa força nova poderia redimir moralmente a nação… Criou o pensamento mágico de que é possível respirar o poder sem saber de nada… Prometeu salvar o país e se aliou aos ladrões, afogando, de forma fantástica, a nossa esperança em encontrar gestores públicos confiáveis… Enfim, jogou o P e o T na velha e azeda sopa de letrinhas da canalhice da política nacional… É uma herança e tanto!

E eu votei 5 vezes no PT! Duas para vereador, uma para prefeito e duas vezes para presidente! Duas vezes no Lula…!!! Que Deus me perdoe!

A relação de Vaccari com a maionese.

17/04/2015

Convido você para um curto exercício mental. Imagine que nós, eu e você, tenhamos uma empresa qualquer e que as autoridades descobriram que o responsável pelo nosso departamento financeiro movimentou, de forma suspeita, uma quantia fabulosa em contas bancárias que não nos pertencem. Só para dar um nome ao pivô da história, vamos chama-lo de João. A polícia federal afirma que, comparando o depoimento de cinco informantes, João não tem como explicar duzentos milhões de dólares. O que fazemos numa situação dessas? Não sei quanto a você, mas a primeira coisa que eu faria seria espalhar todos os zeros dessa baba sobre uma mesa para tentar ajustar a minha percepção de pessoa comum à realidade. Afinal, são R$ 600.000.000,00! Para ficar em algo atual, mensurável e sensível aos olhos da sociedade, com a Caixa Econômica Federal informando que o custo médio de uma unidade do Programa Minha Casa Minha Vida é, em média, de R$ 120.000.00, João não teria como explicar o que fazia com o dinheiro que poderia comprar 5.000 casas que abrigariam 25.000 pessoas. Agora, com o problema devidamente quantificado, poderíamos dizer para o nosso tesoureiro: “João! Nós não sabemos se você é culpado disso que estão dizendo, mas também não podemos simplesmente fechar os olhos e fingir que nada está acontecendo. A imagem da empresa está sendo terrivelmente prejudicada por sua permanência no quadro. A sugestão é que você se afaste, responda às acusações e, depois, provando sua inocência, retome suas funções. Nesse caso nos juntaremos a você e processaremos os caluniadores.”

Alguns gritarão: “Vocês confabulam com o João a portas fechadas! É impossível que alguém do círculo íntimo de vocês não saiba o que os outros estão fazendo! Ainda mais com um trem desse tamanho!” Bem, nesse caso a coisa ficaria complicada para o nosso lado e o melhor seria defender o companheiro com unhas e dentes… Pelo menos essa é a posição de Rui Falcão e Luiz Inácio sobre João Vaccari. A fidelidade, nas questões com este nível de complexidade, tende à ruptura. É quando as mentiras viram verdades, o amor vira ódio e a maionese desanda.