Posted tagged ‘futebol’

Sai #OHexaÉNosso e o #NãoVaiTerCopa e entra o #PenseEVote

26/07/2014

Quando me dei conta a Copa havia acabado. Lembro que cheguei a torcer pela Argentina na final. Depois achei que o resultado premiou a organização, a humildade, a simpatia e o lema: “Um nação, um time e um sonho!” O sonho alemão se mostrou mais realista do que a empáfia nacional: “Preparem-se! O hexa está chegando!” Minha avó dizia que na preparação do omelete era necessário cevar a galinha sem espreme-la e o meu avô completava que antes disso era bom conferir se não havíamos pego o galo. Para a geração jovem, que foi massacrada pela mídia com a ideia de que bastava torcer que o resto já estava garantido, o Hexa ganhou um significado torto de coisa inacabada sem prazo de conclusão, como obra prometida por político. Embora só aqui os títulos se acumulem, ignorando os hiatos em que os outros são melhores. Nós ganhamos cinco vezes, de fato, mas na prática o nosso país só foi bi em 1962, assim como a Itália, em 1938.

O #NãoVaiTerCopa acabou com o mesmo tom da promessa do #OHexaÉNosso. Deu chabu! Algo bem previsível, por sinal! Não adiantava você mostrar bandeiras reacionárias para um país que se alimentava das esperanças de êxito em uma festa bilionária. Assim como o contrário! Tente juntar uma dúzia de #FiquemCalmos na frente de uma multidão em pânico. É uma ótima maneira de acabar como purê de hashtag.  Por outro lado, na onda do hexa adiado, os partidários do “não vai ter copa” podem transferir o projeto, ou aviso, ou ameaça, ou profecia para a “2018 Fifa World Cup Russia”, já que naquele ano o Brasil não será sede e não foi campeão. Traduzindo: vai ter que passar pela pedreira da classificação nas Américas, com o nível que se viu neles e com o desnível que se viu por aqui. Ainda que, se tudo der errado, sempre nos resta torcer pela Costa Rica!

Mas o fato é que a festa acabou! O mundo viu que o governo brasileiro, aos trancos, com a barriga e pressionado, pode parecer que dá conta do recado! Os estrangeiros partiram deslumbrados e felizes e ficaram as obras inacabadas e as contas mal explicadas, coisas com as quais já estamos acostumados. Agora vai começar um outro jogo e esse, fieis crédulos do “hexa é nosso” e ferrenhos defensores do “não vai ter copa”, depende exclusivamente de nós. Sai a Brazuca e entra em campo o #PenseEVote. Mas, pelo amor aos seus filhinhos, pensem! Os meios de comunicação vão vomitar em nossas casas um monte de sorrisos e mentiras. O de costume. Não apostem! Não torçam por ninguém a não ser por suas consciências. Lembrem-se dos estádios superfaturados, dos hospitais sucateados, dos remendos fantasiosos, das escolas em ruínas, do ensino decadente, dos assaltos e assassinatos, das refinarias que escorrem pelo ralo, e da interminável lista de coisas que os deixaram perplexos ou indignados e depois votem. Afinal, alguma coisa nós temos que ganhar nesse ano, nem que seja sem chuteiras.

E afinal, há copa!

13/06/2014

Brasil 3 x 1 Croácia

Na outra copa no Brasil eu não tinha dois meses completos, portanto me redimo daquela, mas fica difícil dizer que não tenho minha parcela de culpa nessa! Ou na elaboração ou nos resultados! Sejam eles quais forem! Então o negócio é torcer, não importa pra quem…

Como é difícil torcer pelo Brasil! Primeiro sentei torcendo para ser convencido de que valia a pena torcer! Não fui! Depois torci para que o Marcelo empatasse, num gesto heroico de compensação! Mas isso não aconteceu! Torci para que o goleiro croata defendesse o pênalti que só o japonês viu! Não deu! E quando eu pensava que ia ter que engolir que a malandragem, desta vez a do Fred, é o que impera e resolve os problemas nesse país, fui surpreendido pelo bico do Oscar. Pelo menos o melhor em campo, aos 45 minutos, deixou a vitória menos desconfortável.

Tenho um vizinho argentino que gritou do muro, assim que o jogo acabou: “Ganado, pero robado!” E eu me fiz de Dilma no Itaquerão: fiquei quieto! Vá que o hermano resolva cuspir um repertório de baixarias portenhas pra cima de mim!

Futebol em Brasilia.

15/06/2013

Que contrassenso! Você que foi ao estádio e vaiou Dilma não deve estar pensando claramente! Até é possível que você esteja indignado com a corrupção e o superfaturamento na construção dos elefantes brancos. Quem sabe possamos reconhecer verdades em seus comentários sobre a falta de melhorias urbanas que permaneçam e favoreçam os nativos após o fim do evento governado pela FIFA. Tudo isso pode ser real, mas você não tem o direito de vaiar. Se você quer protestar, não vá. Não vá vaiar! Apenas não vá! Mostre que aquilo tudo não era o que você realmente queria e nem o que merecia. Não pague pelo evento que você já pagou! Você já aplaude indo, mesmo fingindo que está vaiando! Você já votou, já pagou o imposto que foi usado para enaltecer esse tipo de programa, já pagou o ingresso para ir ao jogo e, agora, vai vaiar? Não percebe que, estando lá, você já está dizendo amém? Isso é burrice pela quarta vez. A menos que você tenha prazer quando leva bala de borracha dos não pensantes. A menos que goste de rir enquanto está sendo roubado. A menos que o importante seja a cerveja e o resto que se exploda.

É tudo o que o diabo quer!

12/02/2013

brasil-cerveja

Há aqueles que reclamam que o carnaval desse ano acontece em 12 de fevereiro (Entenda-se como carnaval essa festividade permissiva pagã que foi incorporada aos costumes pela Igreja Católica para que se dê adeus aos pecados da carne – com os olhos fechados para os eventuais excessos – antes dos 47 dias que antecedem a Páscoa (período de penitência, jejum, e orações (uma outra regra antiga que quase todos fingem obedecer))). E reclamam porque consideram a data muito cedo, o que encurta o verão – que sempre poderia ser considerado um tempo adicional em que, afinal, mesmo não sendo carnaval o que vale é a carne. Porém, ao olharem para o calendário de 2014 terão, inicialmente, frêmitos de tesão com a data de 04 de março. Maravilha! Verão longo! Hotéis felizes! Praias lotadas! Mega decibéis numa torturante cacofonia de estraçalhar tímpanos! Trajes sumários. Curvas se insinuando em profusão! Antenas hormonais ligadas. A cuca permanentemente embalada pela combinação etílica com as ilicitudes farmacológicas da moda… Mas… como nada é perfeito (embora tenha remendo), em 2014 tem copa, e para que o ano letivo não estoure antes do prazo já se pensa em adiantar o início das aulas para primeiro de fevereiro. Adeus verão nu. Professores mal humorados. Salas de aula sob um sol de rachar crânios. A visão do inferno.

Mas não se desespere, pois os remendos são altamente compensatórios! Dia primeiro cai numa sexta; matável segundo a tradição escolar. Dia 2 é feriado e é possível emendar num feriadão. O início real passa a ser dia 4 de fevereiro. Teríamos 19 dias realmente úteis, já que 28 será uma sexta feita pré-carnavalesca em que ninguém mais está pensando com todos os seus neurônios…

E depois tem a copa. De 12 de junho a 13 de julho. E dia 14 é domingo. E se o Brasil ganhar isso aqui vai virar uma zorra e ninguém é capaz de prever até quando vai a festa da vitória. Com sorte, para os interessados, serão quase 40 dias em que o país será governado pelo consórcio FIFA – Ambev. É tudo o que o diabo quer!

Fizeram uma laranjada do nosso canarinho.

02/07/2010

Meu povo! Acabou. Fizeram uma laranjada do nosso canarinho. Os cleptocratas na preparação do jogo político que se avizinha recolhem apressados papéis porque não esperavam a volta do povo tão cedo. E um povo revoltado em busca de um bode expiratório. Tá certo que o Dunga não levou o Ronaldinho Gaúcho! Tá certo que a Jabulani já-bulinava demais. Tá certo que as vuvuzelas são um saco. Mas vamos olhar as coisas pelo lado bom. Já que (parafraseando o Jaime) até o papel higiênico usado tem um lado bom. Não teremos mais que matar o trabalho para assistir os caras que ganham muito mais que nós trabalhando muito menos que nós. Os jargões galvânicos tipo “fabuloso”, “pedala robinho”, e “é como o Kaká gosta” nos darão uma folga. Quase um “Cala a Boca Galvão”, embora ele ainda vá narrar a final ao sabor de seus milhões injustificáveis.

Agora torço para o Uruguai-Paraguai-Argentina, os países que cercam o Rio Grande, já que o Brasil fica lá longe, depois de Santa Catarina e do Paraná, e os jogadores do Brasil vão voltar tristes, mas não menos ricos, para suas pátrias de origem.

Por falar nisto cabe uma pequena informação contábil sobre o custo das lindas pernas, do staff necessário para mantê-las lindas, hospedagem, chepa e mordomias. Os 5 (CINCO) países que mais investiram (Espanha, Brasil, França, Inglaterra e Itália) gastaram 2.370 milhões de euros,  (A Espanha ainda com chances e os demais eliminados), enquanto os 24 (VINTE E QUATRO) países que menos investiram(entre as quais Holanda, Uruguai, Ghana e Paraguai) gastaram 2.225 milhões de euros.  Um gasto médio de M€ 474 por equipe rica contra um gasto médio de M€ 92 por equipe pobre. Argentina, Portugal e Alemanha ficaram no limbo contábil entre os dois grupos. O Brasil poderia financiar 34,3 Coréias do Norte (tomada como a que menos gastou), 9,3 Estados Unidos (tomado como o país mais rico do planeta), 5,7 Paraguais,  4,4 Ghanas,  3,5 Uruguais,  1,8 Holandas, 1,6 Alemanhas,  1,3 Argentinas, e 0,9 Espanhas (estes sete últimos ainda classificados até às 14 horas e 47 minutos  de 02/07/2010).

Pela conta, se dinheiro vale, vai dar Espanha.  Se vale  a bandeira vai dar Paraguai. Se vale a garra vai dar Uruguai ou Argentina. Se organização vale, vai dar Holanda ou Alemanha. Se vale a política, vai dar Ghana.

Upgrade em 03.07.2010 às 21 horas ;1º Espanha = 565M€ – 2º Alemanha = 305M€ – 3º Holanda = 280 M€ – Uruguai = 145M€.

Dinheiro? Organização? Garra? Faça sua torcida!

Up-upgrade em 09.07. Vai dar dinheiro  E organização. E polvo alemão na panela.

 

Acorda, Dona FIFA!

27/06/2010

Vivemos num mundo onde, em todos os momentos, há mil olhos eletrônicos apontados para qualquer evento com um mínimo de importância. Num jogo de futebol, ainda mais numa copa, os requintes tecnológicos permitem que um determinado lance seja visto de todos os ângulos e em todas as velocidades possíveis. O movimento dos olhos do jogador; a mímica de sua face; a contração de cada músculo de seu corpo; são elementos que permitem até antever qual será a intenção futura daquele jogador. As cotoveladas que não atingem ninguém, ou as que atingem. As simulações grosseiras que todo mundo viu. As agressões que milhões de telas acusam e passaram despercebidas pelos juízes em campo. A injustiça de algumas expulsões escancarada em telões. Os gols legítimos que o mundo viu, menos os árbitros. Os resultados que não refletem a qualidade do jogo,mas a inabilidade, a incompetência e arrogância de alguns seres humanos. A transmissão simultânea, e sem censura, para milhares de aparelhos digitais nas mãos de cada torcedor num estádio, que estão vendo que o ocorrido no campo é uma mentira que não reflete a realidade. Tudo isto pede que a FIFA dê um passo a frente. Acorde. Evolua. Ou podemos voltar ao futebol em que o objetivo era chutar a cabeça de um desafeto até que ela passasse pelo portão da cidade inimiga.

Com exclusividade: as novas regras da FIFA!

25/06/2010

A FIFA está elaborando uma lista de inovações que pretendem deixar o futebol muito mais emocionante. Estas sugestões serão apresentadas  logo depois da copa da África do Sul, que está servindo de laboratório. Preste muita atenção pois sua relação com o soccer vai mudar radicalmente. Se tudo ter certo já estarão valendo em   2014, ou seja, na patriamada-brazil :

1)      A Jabulani vai ser substituida pela Saci  (o nome definitivo ainda está em estudo) e será quadrada.

2)      O membro inferior será considerado da 1ª vértebra cervical para baixo. A cabeça só poderá ser atingida com a cabeça.

3)      Não haverá mais faltas quando o membro inferior for atingido. Futebol é pra macho mesmo que seja feminino.

4)      Braço não será  mão. Aliás, isto sempre foi um equívoco semântico. A parte que vai do ombro até o cotovelo fará parte do corpo.

5)      O uso do cotovelo será legalizado. Nusóio, nazurelha, nusbeiço. nugogó e nusovo.

6)      O soco será proibido, pois usa a mão.

7)      O goleiro, além de socar a bola, pode distribuir tapas, bolachas, e sopapos . Só não pode no árbitro. Na mãe do árbitro pode.

8)      Os  jogadores só poderão usar as mãos para fazer gestos obscenos e cobrar laterais. O dedo no “lá” do adversário está em estudo.

9)      O pontapé só será permitido quando atingir o membro inferior. Na cabeça só se ela for quadrada e houver confusão com a Saci.

10)   As partidas não serão mais interrompidas em caso de jogador caído em campo.

11)   Em caso de sangramento profuso ou imobilidade por mais de 10 minutos haverá uma interrupção para a retirada do corpo.

12)   As seleções não  representarão mais países, e sim patrocínios.

13)   Armas, com exceção para as de fogo, serão permitidas apenas para as torcidas organizadas.

14)   Demonstrações públicas de qualquer fé religiosa serão punidas com expulsão.

15)   O jogador expulso deverá sair rapidamente de campo para evitar fuzilamento sumário.

16)   Revólveres, fuzis, espingardas, metralhadoras, bazucas e mísseis, só serão permitidos por concorrentes devidamente credenciados e do lado de fora do campo.

17)   As bebidas alcoólicas serão permitidas até um máximo de 5 litros por torcedor.

18)   Outras drogas só serão permitidas quando adquiridas nos serviços autorizados.

19)   Tirar a roupa na arquibancada pode.

20)   Ter relações sexuais na arquibancada não pode.

21)   As vuvuzelas poderão ser usadas em qualquer orifício corporal, menos na boca.