Archive for the ‘Órfã’ category

O destino de ser bife.

16/04/2017

No dia 10 de abril o Cágado Xadrez completou 11 anos! Esquecimento total! Dúvidas se esse esquecimento é um sinal de que necessita ser reinventado,ou se já morreu e está dispensando sepultamento e lembranças! Lástima. Mas já ficou evidente que o tropel da boiada não lastima nada, atropela bezerros fracos e segue confiante focado no próprio abate. O tropel trovejante abafa tanto o choro como os alertas e desdenha qualquer bom senso. Os da frente, peito aberto, são os donos da verdade e os que os seguem acreditam nisso, ou nem se preocupam se sucumbirão em breve. Ser bife pode ser o céu! Talvez morrer seja o único objetivo, afinal!

A nova ordem está em vigor! Você vai aceitá-la?

26/05/2015

A polícia, mal aparelhada, teme o confronto com a criminalidade. A justiça manda soltar o criminoso flagrado e filmado. Não é possível saber qual deputado ou senador não está roubando (e matando, em consequência do sucateamento dos serviços básicos!). A presidente e o staff executivo mentem e lesam milhões de pessoas…

…nesse ponto você começa a duvidar de algumas coisas fundamentais: A lei vigente é a do crime? Então o crime compensa? Os errados somos nós que, desarmados e estúpidos o suficiente, nos colocamos na ponta errada da faca? Trabalhar é gerar riquezas para a classe política e seus capangas? Pagar impostos é alimentar o crime? A obrigatoriedade do voto é uma forma disfarçada de nos impingir a cumplicidade? Afinal, ninguém se apresenta para dar respostas a essas perguntas? Estamos órfãos?

O Estado Brasileiro perde gradativamente a credibilidade, esfarela desastrosamente uma moralidade já duvidosa e assassina a esperança de um povo…

Feliz aniversário ao Cágado Xadrez!

10/04/2014

Hoje, esse blog comemora 8 anos de vida! Feliz aniversário ao Cágado! Ele aproveita a oportunidade e agradece a todos que por aqui passaram, leram, comentaram, criticaram, gostaram ou ficaram ofendidos pelo que leram nele. Um blog se alimenta disso! Há os seguidores e há os inimigos! O blog só fica sabendo disso quando há comentaristas. De qualquer cor! Todos fazem parte do universo com o qual o Cágado Xadrez interage. Obrigado a todos os que disseram: “Que maravilha!” e obrigado a todos que disseram :”Que merda!” Se os primeiros estimularam o blog a continuar postando, os últimos obrigaram o blog a amadurecer e ficar melhor.

Você quer pescar ou prefere ser o peixe?

17/05/2013

Os usuários brincam na rede (clicam, curtem, comentam, compartilham e jogam) e não se dão conta que caem na rede! A rede é usada para manter um banco de dados, na melhor das hipóteses, sobre as nossas preferências, para que o mercado saiba como dar coceiras em nossos bolsos e, na pior das hipóteses, para fiscalizar nossas tendências morais, políticas e religiosas, para nos atingir quando julgar interessante. Seria ótimo se A GRANDE MASSA DESFIADA se desse conta que, pela rede, PODE SE TRANSFORMAR NUMA GROSSA CORDA MUITO BEM TRANÇADA. Mas será que isso é pedir demais….?

No Brasil o racismo vence o bom senso!

30/04/2012
  • SOU A FAVOR DAS COTAS!
  • Elas deviam existir APENAS para brindar os alunos de escolas públicas e pobres que tenham se tornado evidentes merecedores pelo seus desempenhos, independentemente de cor, raça, religião, tendência sexual, afeição clubista, ou mau gosto político.
  •  O resto é recheio de minhoca.

Carta à CEEE.

04/04/2011

Senhores. Meu endereço deve ser do conhecimento da CEEE visto que a notificação da quantia que devo pagar pela luz que consumo chega assiduamente à minha casa há 30 anos. Em 2011 (94 dias até o momento) ocorreram 27 episódios de queda de energia elétrica em meu bairro. A maioria entre às 21 e 22 horas sem prazo definido para a restauração do fornecimento. Em todos os casos, sem exceção, há uma profusa demonstração sonora e pirotécnica que atinge toda a rede pública e derruba disjuntores nas residências. Além dos evidentes transtornos decorrentes dos blackouts contabilizo a perda de uma fonte de computador, um roteador, um receptor de antena parabólica e uma televisão, mas quero registrar o comparecimento gentil e zeloso das equipes de reparo ao já conhecido ponto em que ocorre a ruptura sistemática.

Mas vamos teorizar! Que as perdas materiais sejam consideradas insignificantes para que nossa atenção não seja desviada do foco principal. Como tal ocorrência pode acontecer em pleno século 21 sem ganhar o status de deboche? É um problema técnico? Certamente! Que mistério tecnológico poderia justificar a não solução destes eventos ocorridos em quase 30% dos dias do ano até o momento? Uma delonga de três meses, ou de três anos, se a questão fosse política, costuma até ser tolerada, pois já estamos formatados. Mas na área técnica só podemos achar dois rótulos para o caso, e os dois ofendem profundamente o consumidor, um é o descaso negligente, e o outro é a incompetência.

Espero ter conseguido me comunicar com os senhores. Saudações.

O Natal do Pato

23/12/2010

Ouvi por aí: “Prega o pé do pato e entope o bucho do bicho que ele estufa mais que peru da virada.” Esta é mais uma tortura pré-natalina, com requintes de crueldade, para que o perfume da ceia alcance os céus e seu sabor seja divino. O céu do cristão passa pelo inferno do pato. Palavra da salvação.