A Bolsa-BNDES

“As delegações do Equador, Venezuela, Costa Rica e Nicarágua deixaram o debate da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, nesta terça-feira (20), como forma de protesto, durante o pronunciamento de Michel Temer. Os representantes da Bolívia e de Cuba nem entraram no salão para ouvir o discurso.” Podemos compreender perfeitamente a coerência dos representantes desses países.  Citando algumas obras como ponta do iceberg, quase todas sob a responsabilidade da Odebrecht, as cifras lidas como milhões ou bilhões de dólares, temos as hidroelétricas Manduriacu e San Francisco, no Equador, financiadas por 124,8 milhões (90 via BNDES) e 243 milhões; duas linhas do Metrô de Caracas, na Venezuela de Maduro, assim como a segunda ponte sobre o rio Orinoco, que receberam, respectivamente, 732 milhões e 1 bilhão e 200 milhões (sendo 300 pelo BNDES); a hidroelétrica de Tumarín, na Nicarágua, com 1 bilhão e 100 milhões (343 pelo BNDES) (esta sob os olhos da Queirós Galvão); o Projeto Hacia el Norte, na Bolívia, por 199 milhões, também pela Galvão, e o Porto Mariel, em Cuba, (de volta à Odebrecht), por 957 milhões (682 via BNDES). (Aparentemente não caberia dizer, aqui, que o BNDES financiou mais de 50 bilhões de dólares em obras no exterior, em sua maioria na África e na América Bolivariana, brindando preferencialmente ditaduras ou governos com tendências socialistas, numa proporção nitidamente desvantajosa para o nosso próprio país, mas não posso deixar de aproveitar o momento para fazer o registro…!)

Volto à afirmativa feita no início: podemos compreender perfeitamente a coerência dos representantes desses países. Eles eram obrigados a demonstrar a indignação pela perda da Bolsa-BNDES com que o lulupetismo os beneficiava.

Em tempo: O dito acima não significa que o discurso de Temer deva ser aplaudido e os crimes dos cúmplices ocasionais devam ser perdoados. Os pescoços são muitos e a guilhotina é lenta. Ela só não pode perder o fio.

Explore posts in the same categories: Política, Realidade

Tags: , , , , , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: