Ler a lei . “Lying a lie”

Define-se lei como “regra, prescrição escrita que emana da autoridade soberana de uma dada sociedade e impõe a todos os indivíduos a obrigação de submeter-se a ela sob pena de sanções”. Regras necessárias quando indivíduos com interesses conflitantes convivem em um mesmo território. Devem ser equilibradas, refletindo o senso comum da melhor forma possível, e levar em conta que o senso comum local não tem aplicação global.
Pretendemos que ela regulamente algo útil e abrangente! Que a realidade permita o seu cumprimento! Que seja igual para todos! E que as tais sanções sejam aplicadas para que a lei se mostre efetiva, exemplar, e desestimule reincidências!
Se uma lei não se enquadra nesses quesitos o que podemos dizer dela? Que pode até ter sido bem intencionada, mas que depois foi adulterada! Ou adaptada para atender a interesses circunstanciais! Ou é irreal! Ou não é mais uma lei! Ou é uma estupidez!
Quem se estressa com esse tipo de papo não deve fazer pesquisas tentando casar a lei de responsabilidade fiscal com a formação da divida pública.

Explore posts in the same categories: Política, Realidade

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: