Como estrangular a galinha dos ovos de ouro…

No Brasil atual sempre haverá a piada da hora, embora, geralmente, a piada não seja para rir, já que os palhaços somos nós. O rombo contábil nacional pode ser compensado de duas formas: aumentando a receita ou diminuindo as despesas. Eles aumentam a receita aumentando os impostos e, dessa forma, nós, os palhaços, somos intimados a darmos a nossa contribuição. Eles diminuem as despesas cortando as verbas que estavam direcionadas para os projetos sociais; ou seja: os palhaços pagam o imposto e assistem bovinamente à diminuição do retorno do imposto pago. Na prática não houve a diminuição das despesas. Houve remendos para agradar idiotas. Economizar em educação aprofunda a incapacidade social de reação. Economizar em saúde agrava a fragilidade e debocha do sofrimento. Economizar em segurança abre espaço para que o crime governe. Um povo inculto, doente e assustado produz menos e paga menos impostos. Um governo burro e covarde não economiza, mata quem sustenta o governo.

Enquanto isso, nos 38  ministérios….

Explore posts in the same categories: Política, Realidade

Tags: , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

5 Comentários em “Como estrangular a galinha dos ovos de ouro…”


  1. Todo farsante sabe que a farsa dura um tempo e depois é desmascarada. Deste modo, eles se esforçam primariamente não para manter a farsa o maior tempo possível, mas para roubar o máximo que podem no menor tempo possível. Manter a farsa acaba sendo a preocupação secundária, o que gera a necessidade de muito mais mentira, dissimulação, distorção da realidade e manipulação dos otários. O problema é que o Brasil é um país de otários que se acham muito espertos.

    • romacof Says:

      Caro Arthur! Ainda continuo achando que os farsantes aparecem posteriormente. Os farsantes são os aproveitadores secundários. Eles se aliam ou corrompem ou seduzem os mentores iniciais que, num determinado momento do desencanto, apertaram o botão do “foda-se” moral. Ainda continuo achando que toda ideia inicial é bem intencionada.Não creio que você acredite piamente que um hipotético partido, ou movimento ou revolução, iluminista, lá pelas tantas, não seja entranhado por agregados ávidos por algum teto vago, que os novos nichos acabaram gerando. Quando houver farsa, criada originalmente ou pelos que se apropriarem da ideologia, ela será, um dia, desmascarada. O que não pode acontecer, a meu ver, são duas coisas: a amnésia histórica e o tropeço cíclico, uma aderida à outra… Quanto aos otários, acho que o fenômeno é humano.


      • Sim, sim, estamos de acordo, os farsantes em geral se lançam em carreira privada como “empreendedores” (pensa no Edir Macedo) e em carreira pública como aproveitadores, como bem disseste. Não que não haja quem fuja à regra, claro.

        Eu só não concordo que as farsas sejam sempre desmascaradas, pelo menos não em tempo hábil para evitar muita, muita, muita zica. Para não pegar outro exemplo em política, pego um em saúde: quantos *milhões* de diabéticos já morreram ou sofreram imensamente – e quantos ainda morrerão e sofrerão – em função das orientações absurdas da pirâmide alimentar?

        E, sem dúvida alguma, amnésia ou ignorância histórica e tropeço cíclico estão na raiz do problema. Otário é quem não se manca disso. No caso da política, dezenas de exemplos em nível internacional do fracasso das mesmas ideologias nunca são suficientes. No caso da saúde, toda sabedoria convencional pré-pirâmide foi aniquilada *apesar* de sua boa documentação. É incrível como o fenômeno é amplo.

        • romacof Says:

          Quando me deixaram nesse planeta haviam me pintado uma capacidade perceptiva diferente para a espécie dominante. Depois de algum tempo deixei de me preocupar, num nível muito profundo. Ocasionalmente é interessante exteriorizar uma indignação fingida (ou um fingimento indignado) para que que haja assunto. Fazer o quê!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: