O significado de prioridade na vida pública.

Prioridade é uma palavra estranha. Ela exprime o sentido de vir antes, ter preferência, ter a necessidade de acontecer em primeiro lugar. Logo, as coisas prioritárias podem até esperar que as circunstâncias permitam a sua concretização, mas não podem esperar que outras coisas sejam feitas anteriormente! Nesse caso, essas outras coisas passaram a ser prioritárias e se cria um contrassenso.  O problema é que, na administração pública, ou na política em geral, prioridade não é um conceito objetivo direcionado para as necessidades do grupo e segue as mesmas oscilações subjetivas morais, existenciais ou espirituais de cada indivíduo. Para mim pode ser uma prioridade, nesse momento, tomar banho. Para o meu vizinho pode ser sair correndo para o hospital. Se eu não souber da prioridade do meu vizinho posso tranquilamente tomar meu banho. No momento em que sou comunicado de que há uma prioridade prioritária entre as pessoas com quem me relaciono (usando propositadamente a redundância), a minha prioridade deve obedecer ao princípio básico que a limita: “esperar que as circunstâncias permitam a sua concretização”. Ou não é?

Não é! Vamos entender as coisas como elas realmente necessitam ser entendidas olhando politicamente o problema. Pensando como governante ou administrador da coisa pública é prioritário construir ou reformar 12 estádios de futebol, obedecendo aos critérios da FIFA, ao custo de 7 bilhões de reias (pelas contas de abril do ano passado) e não 112 hospitais, já que sobram leitos, as emergência estão ociosas e ninguém morre nos corredores ou nas filas do SUS…

Acho que vou é tomar o meu banho!

Anúncios
Explore posts in the same categories: Política, Realidade

Tags: , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

4 Comentários em “O significado de prioridade na vida pública.”

  1. camargo Says:

    prioridades governamentais, em lista:

    1- manter-se no poder (isso se faz muito mais rapidamente com dinheiro para “comprar votos).

    ponto.

  2. Jaime Says:

    ” (…) Não vou entrar no mérito generalizado da prosopopéia flácida de “Por isso, no dia tal, eu preciso do teu voto!”, ou, o de chegar numa escola dizendo que a “prioridade é a educação”, no hospital arrotar que “a prioridade é a saúde”, ir na puta que o pariu e dizer que “a prioridade são as putas”. A prioridade é a qualidade que está em “primeiro” lugar. Como priorizar TUDO? (…)”
    em http://www.coisasemeio.blogspot.com.br/2010/09/e-se-eu-nao-votar-na-besta.html .

    • romacof Says:

      “Não há como priorizar tudo!” Isso seria um contrassenso! Bem lembrado.
      Mas, pelo menos, uma coisinha precisa ser priorizada ou o oposto (nada tem prioridade!) também leva à ausência de sentido. Quando nada nos interessa não há pelo que lutar, ou viver. Será que os nossos representantes priorizam algo além do próprio bolso? Será que entre os políticos há aqueles que sentem um arrepio quando percebem que podem fazer algo por seus eleitores? Será? Será que o próximo deles é o reflexo no espelho?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: