A Dose do Crime

Como já virou costume (e corre o risco de ser incorporado ao folclore) a troca de farpas entre Barbosa e Lewandowski ou entre Barbosa e Marco Aurélio abrem capítulos paralelos sobre o que é a corrupção e a justiça. Num determinado momento Barbosa pergunta: “Então corromper o guarda da esquina é o mesmo que corromper um parlamentar?” Admiro a postura severa de Joaquim Barbosa frente ao desafio do julgamento do Mensalão. A situação pede que seja assim! Mas em referência à pergunta vou responder como cidadão: Corromper qualquer um é o mesmo que corromper um parlamentar! A motivação é a mesma. As consequências para a sociedade podem ser diferentes e deduzo que serão tão maiores quanto for a posição hierárquica do corrompido. Mas o ato de corromper, no sentido que se dá à palavra relacionando-a à política, embora pudéssemos dizer o mesmo para qualquer significado que se a dê, nada tem a ver com o status daquele que se deixa levar pela sedução para o crime. O ato é o mesmo. E no tocante ao tamanho do pecado, independente do prejuízo para a sociedade, eu ainda arriscaria dizer que a corrupção é tanto mais imunda quanto for a inocência ou a ignorância do corrompido. Um empresário que corrompe um juiz merece ser preso, junto com o corrompido. Ambos, pelas responsabilidades inerentes aos seus portes, devem ir para a cadeia. Quem corrompe uma criança deveria ser condenado ao inferno. O político que alicia um eleitor ignorante e compra o seu voto deveria ter o seu direito de concorrer definitivamente anulado. Mas o eleitor ignorante deveria ser estimulado a descrever as circunstâncias que o levaram ao pretenso delito, ser educado para que aquilo não aconteça novamente, e, nessa primeira vez, perdoado!

Anúncios
Explore posts in the same categories: Leis, Política, Realidade

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “A Dose do Crime”

  1. francisco Says:

    (comentário fora do assunto) não achei no blog onde
    não achei no blog onde puxar do blogueiro. talvez não gosta
    bom.
    belo trabalho, sempre acompanhei seus cometário em outros blogs e sempre gostei de seus argumentos. vou começar a acompanha seus artigos. espero logo começar a discutir sobre os assunto postado. por enquanto meu senso critico é muito lixo. continuarei vasculhando o blog. parabéns!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: