Da lavagem de dinheiro pode ser que sobre sabão pra nossa alma.

Quem afirma algo prefere estar certo. O contrário seria ilógico. Ninguém normal, aparentemente, defenderia um ponto de vista na expectativa de estar equivocado. Pois isso pode ser contradito! Antevejo, e até com certo prazer, a possibilidade de estar errado sobre as sentenças referentes ao mensalão. E se isso for um sinal de insanidade piro com satisfação.

Claro que sempre é precipitado dizer qual vai ser o desfecho de uma questão jurídica partindo dos indícios até agora apresentados. Há quem lembre da velha máxima que comparava o que ia na cabeça de um juiz com o que podia sair de dentro de uma urna ou da barriga de uma mulher. A ecografia desmistificou a última parte da máxima, mas, pelo menos de forma figurada, ainda não é possível ter absoluta certeza do que as urnas dirão.

E já que as urnas foram citadas podemos embrulhar nesse pacote outras constatações: a Dilma não é o Lula. Enquanto o segundo faz declarações em que nos rotula de burros, ou pelo menos subestima a nossa inteligência, a primeira se mantêm à margem, como, aliás, deve se manter o executivo enquanto o judiciário avalia a questão do momento. Com isso não se afirma que Dilma seja perfeita, ou não esteja aproveitando o desvio do foco para aprontar das suas! Certamente ela não agrada a todos os paladares nos mais diversos menus. Não agrada, por exemplo, ao próprio PT, que dando mostras de estar magoado, gostaria que a presidente tentasse induzir Fux e Rosa, ministros que ela nomeou, a pegar leve em suas decisões. Quando chegamos nesse ponto o que mais surpreende e a indignação pública do partido dos trabalhadores.

Enfim, pode ser que haja políticos presos. Não que fiquem muito tempo ou percam as mordomias! E sobre isso é interessante o que li como resposta de um dos advogados de defesa quando perguntado sobre a reação do seu cliente frente à possibilidade de prisão: “…todo revolucionário se prepara a vida inteira para a possibilidade de ser preso…” – respondeu o digno e mui caro defensor.

Ora! Vejam como são as coisa! Como estou desinformado:! Eu não sabia que ainda havia uma revolução! Ou então: eu não sabia que o assalto havia sido executado nos tempos da revolução!

Enquanto isso, no boteco da esquina, num dos intervalos do julgamento, um cara perguntava pro compadre:
― Quer dizer que vão recuperar a grana que os caras levaram?
― É claro que não! Não ouviu dizer que houve lavagem? Dinheiro lavado se desmancha!

Anúncios
Explore posts in the same categories: Política, Realidade

Tags: , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

3 Comentários em “Da lavagem de dinheiro pode ser que sobre sabão pra nossa alma.”

  1. Li Says:

    Eu não acredito que alguém seja punido de verdade.

  2. Li Says:

    Motivo mais que perfeito para não votar nunca mais.

  3. romacof Says:

    Alguém será punido! Não da forma justa ou na proporção correta. Teremos presos em suas próprias casas, servidos pela criadagem e sustentados pelo dinheiro não devolvido. Por mim não precisavam prender ninguém. Bastava tatuar na testa de cada um: “Eu sou ladrão!” E proibir todos eles de usar chapéu.

    Quanto ao votar ou não votar já pensei da forma que você apregoa, mas fui voto vencido. Isso vai mudar no futuro! Estou deixando um cofre do tempo para o meu tataraneto.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: