Democracia goela abaixo.

Hoje é 21 de agosto de 2.012. São oito e meia da noite. Começa o horário político obrigatório e “gratuito” para milhões de brasileiros para os quais esta aberrante norma televisiva não interessa absolutamente nada. Moro numa cidade com menos de 50 mil habitantes. Uma faixa em se enquadram 5.050 dos 5.561 municípios do país. Onde vivem, segundo o IBGE, 62.450.640 habitantes (36% da população do país), que PAGAM e SÃO OBRIGADOS a receberem em suas casas uma programação desinteressante, enganosa, e absolutamente desnecessária, que pode até dizer respeito para os moradores das outras 524 cidades, mas que para nós significa uma ficção com atores desconhecidos. Democraticamente goela abaixo.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Política, Realidade

Tags:

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

4 Comentários em “Democracia goela abaixo.”


  1. Peraí… Por que uma ficção com atores desconhecidos? Só passa na TV a propaganda de outros municípios? É… eu nunca tinha pensado nisso!

    • romacof Says:

      É isso aí!
      E agora minha vizinha descobriu que os proprietários de antenas parabólicas podem sintonizar um compacto da “Casa das Sete Mulheres”, que passa simultaneamente ao horário político obrigatório (e gratuito), para quem deseja relembrar “côsas” do tempo dos Bentos Gonçalves e Manoel. Ameniza… até o ponto em que na ida de Pelotas para Porto Alegre eles fazem um desvio pelo Itaimbezinho, numa possível referência aos desacertos geográficos corroborando os desencontros políticos.

      Outros já me disseram: “Não reclama! Desliga e pronto!” Ou então: “Bota no Discovery!”


  2. assim como o voto aqui não é direito… é obrigação. Pelo fato dos trogloditas, primeiro do Império, depois da ditadura, terem cerceado o voto, agora acham que obrigar a votar é instituir direito… Que democracia!!!!

    • romacof Says:

      Nós temos o direito de votar. O direito de criticar. O direito de esperar. O direito de torcer o nariz. O direito de torcer. O direito de esperar os efeitos da crítica. O direito de votar… acho que estou me repetindo!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: