A corrupção será institucionalizada?

Não é a verdade sobre a conduta dos 38 indiciados que está em julgamento. E sim a institucionalização da corrupção. Aos olhos do país (e dos observadores mundiais) já é sabido que todos os envolvidos estão doentes e com febre. O processo atual é uma mera colocação de termômetro para determinar o quantum de cada um para que se estabeleça o remédio e a dose. Não seria admissível que os poderes envolvidos tivessem chegado a esse ponto por mera teatralidade para valorizar um engano. Partimos do princípio de que o judiciário é composto por homens sérios e adultos (se bem que o mesmo sempre foi afirmado dos que agora são réus!).

É com uma ponta de esperança que a parte do povo que não perdeu a memória espera que esse momento único seja exemplar. Hoje o judiciário é o poder que nos representa. A política do país pode ganhar um marco divisor em que a moralidade foi estabelecida. Depois desse julgamento nós poderemos dizer se somos ou não um país confiável. Como é a nossa cara. Não para os outros! Mas para nós mesmos.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Leis, Política, Realidade

Tags: , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

6 Comentários em “A corrupção será institucionalizada?”


  1. Eles vão distribuir meia dúzia de penas pífias para manter as aparências e o jogo intactos. A imprensa vai chiar por algumas semanas e depois das eleições ninguém mais vai lembrar disso.

  2. camargo Says:

    depois de muito tempo, apareci… Concordo com o Arthur, todos vão fazer de conta que estão levando tudo muito a sério pela frente, enquanto se arruma a situação da maneira mais aceitável possível por trás. Levando-se em consideração que a nossa indignação é uma mosca sem asas e que mais importante é saber qual jogo vai ser transmitido as 16h, em pouco tempo pouca gente se incomoda com isso. A corrupção está tão institucionalizada que logo vira matéria escolar. Tenho amigos que voltaram agora da Europa e disseram que por lá os próprios âncoras dos jornais de tv apresentam a matéria do mensalão de maneira irônica. É a imagem que a classe política vende barato pro mundo inteiro (e tão caro par nos). A história de que político deveria pegar febre afetosa, para que todo rebanho tivesse que ser sacrificado, é bem mais que uma piada…

    • romacof Says:

      Seja bem-vindo, ou benvindo, amigo Camargo! Mesmo a contragosto sou obrigado a concordar com a opinião de vocês sobre o resultado do teatro político atual. Continuo esperando que o judiciário coma a minha língua e me prove que a coisa tem conserto, mas a tendência é o oposto. Pena! Quanto à aftosa acredito que é mais provável que dê no gado-povo, pois é mais passivo, e sem condições de ser vacinado. O rebanho gordo sabe se proteger.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: