Ah! Se eu te pego!

Consegui a letra completa! Precisava saborear a poesia e a complexidade desse sucesso internacional. Só eu não sabia. Até a Luiza, que (acho que ainda) está no Canadá, sabe. O Neimar canta e dança o mega-sucesso (desde o jogo com o Barcelona). O Cágado, dando uma concha de sopa pra galera, posta uma exclusiva dissecação do hit de Teló; para análise, memorização, e deleite. Agora todo mundo pode cantar a vontade sem medo de se perder. Imprima o diagrama e vá com tudo.

ANÁLISE DAS PARTES:

1ª estrofe—Nossa, nossa! // 2ª estrofe—Delícia, delícia! // Refrão——Assim você me mata! Ai, se eu te pego! Ai, ai, se eu te pego! // Ponte——-Sábado na balada a galera começou a dançar, e passou a menina mais linda. Tomei coragem e comecei a falar:

LETRA COMPLETA:

1ª estrofe // Refrão // 2ª estrofe // Refrão // Ponte // 1ª estrofe // Refrão // 2ª estrofe // Refrão // Ponte // 1ª estrofe // Refrão // 2ª estrofe // Refrão

GRÁFICO EXPLICATIVO:

Assim você me mata

Anúncios
Explore posts in the same categories: Piadas, Realidade

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

15 Comentários em “Ah! Se eu te pego!”

  1. Li Says:

    Pois te presenteio com este link.
    Na esperança de que gostes,rs.

    http://laconicoereticente.com/midiateca/uma-cancao-sobre-amor-ah-amor

    • romacof Says:

      Adorei! Pena que a letra é complexa, difícil de decorar, com rimas, sem insinuações sexo-pegativas, ou patrocinador, ou “boom da” mídia! Seria um sucesso se ela afastasse os joelhos ao tocar! 😉


      • Olha, que legal, tem um jabá aqui pro meu blog patrocinado pela Li… huahua… meu pagerank agradece a gentileza.

        Ainda não conhecia seu blog, Romacof. Me parece que tu é parceiro do Arthur. muito bacana.

        Mas me atendo ao assunto desenhado por você e a Li, concordo plenamente que e o clipe da Clarice deveria ter sido feito com os joelhos separados. Que pena. Aquela franjinha que, pasme, guarda um cérebro, me conquistou…

        huahuahua!!!!

        • romacof Says:

          Bem vindo, Danilo. A Clarice não necessita de manobras apelativas, mas para apreciá-la, como ela é, o observador também necessita de um cérebro. “Côsa” rara!


  2. Confesso que fiquei admirado com a regularidade do gráfico explicativo. Sinceramente, é a única coisa que me parece esteticamente interessante nesse amontoado de clichês encadeados…

    Como é que uma coisa dessas vira sucesso, hein?

    Só eu consigo imaginar a poeirinha de Mozart se revolvendo no fundo de uma vala comum, atazanando as outras poeirinhas enquanto ironicamente parodia a fala de Salieri?

    “Eu NÃO vos absolvo, mediocridades do mundo!”

    • romacof Says:

      Depois de fazer o gráfico também fiquei surpreso com a “batida”. Quem sabe, afinal, há uma intencionalidade matemática que toca as almas desapegadas e nos escapa como pobres mortais críticos e injustos?


  3. eu já disse, só pode reclamar quem nunca se empolgou e dançou a macarena…

    já vem de longe essa necessidade popular por mediocridade…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: