Porque “em se plantando tudo dá”.

Ora, Senhor Juiz! Ninguém está dizendo que devemos rasgar a Constituição. O princípio da presunção da inocência é algo que nos defende a todos. Inclusive contra eventuais desmandos de políticos. O que está se tentando dizer com a iniciativa popular a que chamam Lei da Ficha Limpa é que suspeitos não devem concorrer até que provem sua inocência, da mesma forma que um empregado só pode ser admitido num cargo vital se comprovar sua capacidade. Acho que concordamos que honestidade, usando seu idioma,  deve ser uma qualidade sine qua non para alguém contratado ou diplomado para administrar coisas públicas. E também concordamos que ser suspeito não significa ser julgado. Esta parte cabe ao Senhor e a seus colegas. A nós só cabe o direito de observar aparentes evidências, sermos desconfiados, e o de não querermos como nossos empregados indivíduos sob dúvidas na justiça.

É claro que somos milhões e não se pode querer que todos saibam de tudo que acontece por aí, ou que todos tenham o mesmo grau de memória. Um político sujo sempre poderá contar com os votos dos amnésicos e dos desinformados, e isso prejudica o país. E já que a Constituição está sendo citada como argumento enquanto se discutem tramitações e protelações sempre é bom lembrar que nela se afirma o poder e o direito popular, ao que se convencionou chamar de Democracia.

Aos olhos do povo se configura a seguinte pintura: O mensalão não existiu. Fomos injustos com José Dirceu e companhia. A mobilização popular foi um equívoco. Os reincidentes agora nos ministérios e no parlamento não estão desviando milhões. E devemos dar graças a Deus pelo país rico e acolhedor capaz de absorver tudo isso e ainda crescer. Ou será que cresce exatamente por que está bem adubado?

Explore posts in the same categories: Leis, Política, Realidade

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

7 Comentários em “Porque “em se plantando tudo dá”.”

  1. camargo Says:

    o principal adubo brasileiro para o crescimento é a índole. A “pegada” do brasileiro está mais para discutir futebol e novela, do que para levantes, insurreições e coisas do gênero. Essa mesma índole alardeada como pacífica, nos deixa solidários ao deixa estar (pq tem o jogo e a novela pra ver… e não me incomodem com bobagens!). A grande maioria dos movimentos reacionários brasileiros não foram populares. Foram figurões defendendo seus interesses e usando os “peões” para levar bordoada. Os realmente populares sofreram reprssão tamanha que só podemos chorar pela dor dos que tiveram coragem. Os caras pintadas da década de 80 escaparam da tortura pela generalização televisiva, que outrora não acontecia, e conseguiram uma revolução sem sangue. Não há mudanças sem revolta, mas a revolta não precisa ser armada belicamente, nem causar dor e medo. A revolta começa realmente com uma tomada de consciência. Postagens como as suas, caro Romacof, são os pequenos tijolos que, acredito, um dia, levantarão estre esplendoroso edifício de uma sociedade justa e equilibrada.

    • romacof Says:

      Grato pelo tijolo que me cabe! Em relação aos cara-pintadas deixe-me acrescentar que a queda de Collor interessava aos políticos que não o apoiavam. Nesse caso uniram o útil ao desagradável. Se funcionasse lucravam e se não funcionasse ganhariam mártires cults. Quanto às novelas há anos espero o “Vale a Pena Ver de Novo” com a “Que Rei Sou Eu”, mas a Globo não acha que isto seja politicamente correto. Uma espécie de auto-censura ao bobo-da-corte Corcoran que há 22 anos já dizia o que hoje ainda não pode ser ouvido. Em relação ao futebol não posso opinar, pois meu Cágado é Xadrez! E quanto ao adubo gostaria que fedesse menos.

  2. camargo Says:

    houve uns cara pintadas anteriores ao collor… nas diretas já, que cumpriram um papel mais íntegro em menos “globalizado”… ou Robertomarinhizado…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: