A pedido de Umav Ozatroz.

Na verdade, a nave segue seu rumo
a despeito de quem o leme tome,
pois os que lidam para que haja um prumo
são aqueles que combatem a fome.

Os políticos, ou os donos da lei,
não atrapalhando já fazem um favor.
Que brinquem de corte e rei
e deixem as contas pra quem tem valor.

Eu, você, os surpresos e indignados,
que assistem impotentes à orgia
dos empregados eleitos e diplomados
que roubam daquele que realmente cria.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Poeminhas, Política

Tags: ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

One Comment em “A pedido de Umav Ozatroz.”

  1. Umav Ozatroz Says:

    Impotentes mas com voz
    Brademos a sujeira para longe
    Com nossa paciência de monge
    Canalhas terão sua vez

    Nunca vi uma resposta tão contundente quanto a de Chico para a mediocridade de ódios anônimos:
    http://blogdotas.terra.com.br/2011/07/14/a-primeira-vez-do-chico-buarque-na-internet/

    Acho que se aplica também a políticos mascarados. Vamos deles rir, bastiões últimos de capitania hereditária desgovernada e falida. Vamos implodir o Congresso e instituir o Rei Momo como nosso monarca. Risadas convulsivas são autênticas, último poético recurso de povo que se recusa a chorar.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: