Devolução

  • Primeiro perdi o nome ,
  • ou o significado do som,
  • um barulho sem nexo
  • no tumulto desconexo.
  • Logo desconheci minha face,
  • ou o reflexo dela,
  • aos poucos evaporada,
  • num retorno ao nada.
  • Um dia se apagarão meus atos
  • nas memórias efêmeras da espécie,
  • pois nem ela é fundamental
  • nesta piada universal.
  • Devolvo assim os elementos gerados
  • nas entranhas de uma nova
  • para que continuem a procura
  • de um sentido ou de uma cura.
Anúncios
Explore posts in the same categories: Poeminhas

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

3 Comentários em “Devolução”

  1. Umav Ozatroz Says:

    Quem sabe de versos assim plantados
    Poética geração brote e floresça?
    Possamos sonhar com rica floresta
    Em lugar de toscos campos queimados…


  2. […] daqui Compartilhe isso:TwitterFacebookEmailPrintLike this:LikeBe the first to like this post. Oferendas, Quadras floresta, poema, poemas, poesia, poesias, queimada, rima, rimas, versos ← Razões […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: