Neymar ou Messi

Há a máxima de que o homem sábio pode ficar indignado e revoltado, mas nunca se surpreende. As notícias de que o deputado Valdemar Costa Neto, atualmente secretário do PR, partido de Alfredo Nascimento, há pouco defenestrado do cargo de ministro dos transportes por corrupção, senta à mesa e define quem ganha licitações numa das pastas de orçamento bilionário do governo, definitivamente provam que não sou um homem sábio, pois me surpreendo burramente!

Valdemar, para os esquecidos, foi denunciado por Roberto Jefferson na novela que ceifou José Dirceu e fez barulho que ainda ecoa sem resultados reais, para nossa vergonha. Nas confrontações da CPI da vez Valdemar vociferava frases emblemáticas tais como: “Vossa senhoria não tem o direito de fazer tais acusações contra a minha ilibada pessoa!” Logo depois a ex-esposa de Valdemar depunha afirmando o conhecimento dele sobre o dinheiro que rolava, pois ela própria havia visto as malas de dinheiro que circulavam no aquecimento do processo que Jefferson alcunhou de mensalão. Valdemar acabou renunciando para escapar da cassação. E depois voltou democraticamente pelo voto dos desinformados, ou cúmplices, mas ainda prefiro achar que a ignorância coroa o cérebro destes pobres eleitores e não a má fé. Embora o mais surpreendente seja a nomeação, ou colocação, ou convocação de um indivíduo deste quilate, pelos demais homens públicos, para uma posição estratégica que decide o destino de recursos que podem mudar a vida de milhares de brasileiros. Vide a recente recidiva do caso Palloci! Ignorância? Cegueira? Cumplicidade?

A memória está morta e enterrada na mesma cova da informação. No jogo recente envolvendo o financiamento de 4,5 bilhões pelo BNDES na compra do Carrefour pelo Grupo Pão de Açúcar perguntei para alguns eleitores, como eu e você, qual era a opinião deles. E eles me responderam: “Be-ene de quem?”

Que Valdemar, que Nascimento, que Ministério dos Transportes, que PR, que Jefferson, que Dirceu, que mensalão, que nada! O fulcro da gangorra atual está entre Neymar e Messi.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Política, Realidade

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

4 Comentários em “Neymar ou Messi”

  1. Li Says:

    Memória seletiva,meu amigo!
    Pura e simplesmente memória seletiva.

    500 anos desta doença nacional……rsrsrsrsrsrs

    E o pobre alferes,quem foi ?

    E Sepé Tiaraju ?

    E Zumbi ?

    A lista é tão grande que pensar dói,rs.

    • romacof Says:

      Até meu avô babava na lata da pinta.
      Era a coisa mor fina da parada!
      Do vestido só se via a cinta!
      A dor sumia e o juízo escorria!
      Até a história contada morria.

  2. Judith Rolim Says:

    Ah Dr, acredito que é mínima a parcela dos desinformados, uma pequena de cúmplices, e, um numero muito grande de pessoas com valores invertidos, onde a moral, a decência não tem valor, apenas dinheiro, posição social, carros do ano. De onde veio, como veio esse dinheiro não importa, o que vale é o ter, é o poder…
    Tenho certeza, isso não vai mudar, os politicos saem do povo, e, é assim que é povo …que, não ta nem ai para os milhões do BNDES pra compra do carrefour, assim como não tomaram conhecimento do finaciamento pelo mesmo BNDES para a suposta fusão entre Sadia e perdigão a alguns anos.

    • romacof Says:

      Vou esperar, Judith… mas não tenho muito tempo! Ao contrário de um tio meu que, aos 80 anos, comprou uma tartaruguinha pra ver se era verdade que ela viveria 200 anos! “Só pra conferir!” Ele disse.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: