Homossexualidade! Doença ou Pecado?

Vou falar em homossexualidade e não em homossexualismo, pois este último termo carrega em seu sufixo a idéia preconcebida de doença. O que não é! O registro da homossexualidade humana é tão velho quanto o da própria história humana. Existe uma predominância de homens que são homens assim como há uma predominância de mulheres que são mulheres, considerando tanto os aspectos físicos como psicológicos. Mas há uma larga e variável gama de indivíduos que não se enquadram nestas duas categorias. Simplesmente porque este enquadramento não é um pré-requisito obrigatório para que o indivíduo seja considerado um ser humano. É assim na natureza! Em todas as espécies animais. E tanto quanto se saiba ainda somos uma espécie animal. Arrogante! Que nega o fato! Mas animal! Um pouco mais evoluídos e cultos, mas animais. Tire os recursos da civilização do alcance do homem e num curtíssimo tempo observe no que ele se transformará.

Esqueça o determinismo genético para explicar a opção sexual de um indivíduo! Isto é uma bobagem! Não há desvios de comportamento, distúrbios mentais, doença endócrinas, crimes sociais ou pecados contra uma determinada religião. A homofobia, esta sim, é um crime contra os direitos humanos, um pecado contra um irmão, e potencialmente uma doença mental que necessita ser tratada.

O comportamento humano, resultado das infinitas interações, inferência e escolhas que ocorrem no cérebro de um indivíduo, é algo extremamente complexo para ser enquadrado por qualquer conjunto de regras preconceituosas. Não é possível determinar ou equacionar a somatória das afinidades num intelecto. Sejam elas pela cor, pelo cheiro, pelo som, pelo estético, pela verdade, pelas respostas recebidas na vida, pelos exemplos observados, pela tendência profissional, e pelo sexo que a complementa.

Se um indivíduo é homossexual, ou heterossexual, ou bi-sexual isto é irrelevante no que diz respeito à funcionalidade da civilização. Ou é tão relevante quanto o fato dele ser branco, ou preto, ou amarelo, ou vermelho, ou não tem cor definida. Ou isto pra você tem relevância?

Atendo pessoas de todos os sexos! Atendo mulheres que nasceram num corpo de mulher. Tiveram suas vidas enquadradas pela sociedade. Casaram e tiveram filhos. E vivem num profundo estado de infelicidade por que o seu psiquismo é homossexual. E isto é toda a vida delas. O que podemos fazer por estas pessoas? Tratá-las como se fossem doentes? Rezar para que se arrependam de seus pecados? Virar as costas para suas histórias e dores incômodas? Devemos investigar uma causa? Ou abrir os seus olhos?

Esta realidade, que parte da sociedade discrimina, é fruto do quê? A igreja tão pródiga em crucificar homossexuais, e tão omissa nos casos de pedofilia, nos ensina que fomos criados a imagem e semelhança do Criador. Qual é o sexo de Deus? Ele não tem? Então está explicado!

Agora ouço sermões religiosos inflamados contra a aberração do homossexualismo; como eco ao recente reconhecimento dos direitos legais dos homossexuais.  Ouço reclamações das professoras frente à possibilidade de um aumento da contribuição previdenciária para que seja possível atender ao contingente de parceiras de suas colegas homossexuais, mas se esquecem de que estas já absorveram o aumento gerado pelo ingresso dos maridos das heterossexuais, no aumento anterior, quando o número era bem maior!

O próprio sistema capitalista vai se encarregando de diluir o preconceito e sutilmente induzindo os poderes constituídos a repensarem generosamente seus posicionamentos contra esta “pobre minoria oprimida”! Afinal, os casais homossexuais costumam ser mais produtivos; sem a divisão casa-trabalho necessária para cuidar de filhos. Os homossexuais mostram uma nítida busca por uma melhor qualificação profissional para contrabalançar a maré discriminatória. Os homossexuais costumam estudar mais, viajar mais, consumir mais, pagar mais imposto… e serem mais passionais ao pagarem seus dízimos!

E então passa a ser anormal ser contra o usual.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Realidade

Tags: , , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

8 Comentários em “Homossexualidade! Doença ou Pecado?”

  1. Franci23 Says:

    Sou contra qualquer tipo de preconceito, homossexuais são tão bons ou ruins quanto qualquer tipo de heterossexuais. Acho irrelevante o preconceito ou as recusas contra os mesmos, pois são tão capazes de fazer e manter uma família com pai pai, ou mãe e mãe, quanto qualquer hetero, as vezes podem prover mais amor e carinho aos filhos, ou seja, não há porque tais proibições ou falta de permições.

    • romacof Says:

      Da mesma forma não podemos esquecer de tomar cuidado com os políticos homossexuais. Esses são potencialmente muito perigosos por serem políticos.

  2. camargo Says:

    considero um alívio para a alma ler um texto tão lúcido como esse. Parabéns Romacof! Diante de tanta desumanindade, o pensamento racional precisa se impor, mas não pela força, obviamente. Precisa se impor pela sua própria natureza, e é o que o texto nos transmite.

  3. Li Says:

    Meu Deus!Meu Deus! Meu Deus!
    Maravilhoso saber que não sou um et neste
    mundinho ( virtual).

    Adorei! Pensei em esrever algo sobre o assunto,depois do teu texto,nem saberia o que escrever,rs.

    Me permites copia-lo no meu blog?
    Estive um tempão sem pc.

  4. Li Says:

    Grata.
    Fique tranquilo,jamais postaria algo sem fornecer a fonte,e nem é ética….é educação mesmo,rs.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: