Dúvidas e Certezas (e Votos) de Fim de Ano!



·        A esquerda brasileira está indo para o terceiro mandato. Afinal! Conseguiu a socialização do capitalismo? Ou seria a capitalização do socialismo? Sempre tenho esta dúvida! E no mesmo embalo: ideologia é só um artifício retórico? Como nunca entendi o que significava gritar “abaixo a social-democracia!” fiquei  devendo o significado do que veio depois, mas me parece que a aprovação de 87% dada a Lula no final do mandato quer dizer que era aquilo que se queria e é o que foi feito. Ou não? Vá confiar em dicionários!

 

·        De uma coisa estou convicto nesta história de direita e esquerda. O que tem uma tendência para um dos lados acaba caindo pro centro e o que se posiciona radicalmente nos extremos acaba caindo na psicopatia. E, independentemente de gradação, nunca é bom esquecer que na política os ladrões são ambidestros.

 

·        Tem gente que garante, com o aval dos maias, que o mundo acaba em 21 de dezembro de 2012, com a opção, se der chabu naquela data, de sermos mandados pro beleléu por um asteróide em 21 de março de 2014.  Agora já se fala numa “Nuvem do Caos” que vai arrasar o sistema solar inteiro em 1º de junho de 2014, às 9 horas e 15 minutos. Pra que mais datas de fim do mundo para um mundo que já findou? Quantas vezes vão querer acabar com ele? Que pessoal persistente! Viram só? Nove horas e quinze minutos! Bota precisão nisto! Como a fonte não faz referências ao fuso, mesmo que seja o de Greenwich, vamos adotar a hora oficial de Brasília que no frigir dos ovos dá no mesmo!

 

·        Neste quesito podemos ter uma certeza: é absolutamente inútil nos preocuparmos com isto! Se nada acontecer vamos ter assunto no dia seguinte e se um dia a coisa realmente acontecer não vai ficar ninguém para dizer: “Viu como eu tinha razão?”

 

·        Quando se faz promessa para um santo o não pagamento é registrado no serviço de proteção ao crédito? Ficam correndo juros? Se a promessa tiver sido paga antecipadamente, e o santo se fizer de surdo, dá para reclamar pra Diretoria? E já que se falou em promessa: de que servem as listas de resoluções de fim de ano? Quem promete parar de beber, tecnicamente, pode tomar champanhe na passagem de ano? Quebrar uma promessa é uma falta grave ou pode ser considerado uma procrastinação “sine die”? Se cada grão da lentilha vale por um milhão, e se todo mundo comeu um prato fundo de lentilha na ceia do fim do ano, comer lentilha não pode ser considerada uma manobra inflacionária? O governo poderia, através de uma medida provisória, proibir o consumo de lentilha nestas ocasiões? Qual seria a acusação para aqueles que ficassem abruptamente ricos no ano seguinte? E se nós, equivocadamente, tivermos comido no Natal um porco, que fuça pra frente, e na passagem de ano um peru, que cisca pra trás, vamos ter mais azar do que se quebrássemos um espelho? E por falar nisso, já que quebrar um espelho dá 7 anos de azar, quebrar uma dúzia de espelhos seria motivo pra se matar?

 

·        Depender do santo ou da direção que o bicho cisca é menos produtivo do que depender do ovo no fiofó da galinha! Só há dois motores que movimentam a nossa vida: o resultado dos nossos atos e a aleatoriedade. Se há um terceiro atribuível a forças mágicas ou místicas ele não é mensurável. Só há um momento certo para mudar, melhorar, iniciar, acabar, dizer, fazer: já, agora, neste exato momento! Qualquer outra data é só uma desculpa para adiar.

 

·        A todos que chegaram até aqui eu desejo, neste 2011, muitas lágrimas! Incontáveis! Desejo que suas glândulas lacrimais se debulhem e se esturriquem! E que todas sejam vertidas por coisas boas, alegres, hilárias, fofas, emocionantes, amorosas e realizantes. Pois se nós pensarmos bem, as únicas coisas que valem a pena na vida são aquelas que nos fazem chorar de felicidade.

 

Anúncios
Explore posts in the same categories: Listas

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

7 Comentários em “Dúvidas e Certezas (e Votos) de Fim de Ano!”


  1. “Na política os ladrões são ambidestros.”

    Bela frase pra começar o ano…

    Mas a parte das lágrimas está corretíssima. Eu ando chorando pelos motivos errados, pelo visto. Assim como descreveste seria bem melhor.

    Um 2011 cheio de lágrimas de felicidade pra ti também, amigo.

  2. Li Says:

    Prefiro não quebrar promessas,pode dar azar,rs.
    Na dúvida troco o “sine die” pelo sábio conselho dos antigos:cun grano salis.

    Nada de ficar jogando coisas pras calendas gregas…..kkkk.

    Agradeço e te desejo o mesmo.

    • romacof Says:

      Bravo! Gostei do jôgo! Da minha parte prefiro só fazer promessas passíveis de cumprimento. Algumas podem ser difíceis, como parar abruptamente de fumar, quando se está consumindo 3 carteiras por dia, ou arrumar as malas quando o barco virou, e dizer: “É já!”. Talvez eu nunca use uma pitada de sal. Só na comida!

  3. Li Says:

    Sal é ótimo com melancia,experimente!

    Eu parei de beber.
    Um dia tive que escolher entre ser mulher ou uma rata,venceu a mulher…kkkkkk.

    Parei de contar quando completei 15 anos de dias sóbrios e felizes.

    Hoje sou apenas uma pessoa que aprendeu a viver com a tal pitada de sal,rs.

    Fiz até um saquinho de sal,amuleto,simbolizando meu equilíbrio de todos os dias.
    Um equilíbrio que não posso me dar o luxo de dispensar,em uma sociedade onde SEMPRE oferecem um brinde para qualquer coisa.

    Aceitar que não posso fazer tudo que desejo e que sou a única pessoa que pode cuidar da minha saúde,essa foi a varinha de condão.

  4. Li Says:

    Obrigado,eu mereço,rs.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: