(19)Pierre, meu alienígena de estimação (partes 44 a 46 de 101)

(Para saber como começou clique aqui!)

044

Começaram os preparativos para a festa de Pierre. Sofia contatou fornecedores de doces e salgadinhos. Eu comprei bebidas. Pierre confeccionou chapéus e encheu balões. Sofia foi entregar o convite a Adolf e seus pais. Eu fui convocar alguns convidados e contratar outros. Pierre arrumou a casa e acomodou as comidas e bebidas na geladeira. Sofia fez o bolo que era para os convidados e a fatia especial do aniversariante. Eu fui ensaiar com alguns convidados. Pierre carregou as baterias da máquina e se certificou de que os cartões de memória estavam vazios. Ele demonstrava uma alegria genuína; afinal, talvez aquela fosse a sua primeira festa de aniversário em quase 7 mil anos ou mais.

045

Mostrei a Pierre Le Vêe, o antropólogo, o dossiê de cada um dos convidados desconhecidos. Sofia conseguia a proeza de nos olhar sem abrir os olhos. Além de nós três e os três vizinhos a festa receberia o recheio de mais sete pessoas: um casal de idosos, que eram meus tios emprestados e verdadeiros, a tia Iolanda e o tio Humberto, dos outros cinco, eu conhecia Aníbal, que trabalhava comigo, falava alemão, e tinha o papel chave de fiscalizar os movimentos e os pensamentos dos Schwarzeschwanz. Aníbal era antropólogo, colega de Pierre. Os dois haviam trabalhado juntos no sul da França. Os outros quatro eram artistas contratados e moravam na cidade de meus tios. Deles eu sabia tanto quanto Pierre. Quis mostrar o script e os personagens da peça para Sofia, mas ela se esquivou e disse: “Vocês me apresentam as pessoas na festa. Eu sirvo doces e tiro fotos… o que não sei não pode me comprometer.”

Pierre estava achando tudo uma divertida mudança em sua rotina e gostou muito de ser um antropólogo, o que, afinal, não deixava de ser a mais absoluta verdade.

046

A festa havia sido marcada para as 19 horas, mas, conforme o combinado, Aníbal chegou 2 horas antes. Ele e Pierre necessitavam se conhecer previamente.

Aníbal era quase da minha idade, 40 anos, mas era mais alto e magro, mais alto até do que Pierre; tinha a pele bem clara e ostentava um pontudo cavanhaque ruivo.

“Pontual.” Disse eu para Aníbal.

“É uma obsessão de coroinha. A missa nunca pode atrasar.”

“Não consigo imaginar você como coroinha, Aníbal.”

“Mas, fui! Na Santa Tereza.”

Sofia estava inquieta ao meu lado e não suportava mais aquela conversa sem sentido.

Apresentei Aníbal a Pierre. Perguntei se haviam lido os seus papeis na encenação. Expliquei que era importante que o Dr. Hugo saísse dali convencido de que a festa e o enredo eram verdadeiros, e que o pequeno Adolf, agora com quase 10 anos, ficasse desacreditado, transformado num fedelho enxerido e fantasioso.

Aníbal, sem tirar os olhos de Pierre, disse: “Desculpem-me a indelicadeza, Michel, Sr. Pierre, mas convenhamos que o moleque é um bom observador.”

“Isto é um detalhe que daqui para frente passa a ser desconsiderado. OK?” Sentenciei.

“Por mim tudo bem.” Respondeu ele. “Só quero saber se ficamos quites!”

“Totalmente!” Afirmei, enquanto Sofia me puxava pelo cotovelo em direção à cozinha. “Conversem para recordarem os velhos tempos, afinal vocês são conhecidos de longa data…” Consegui dizer enquanto era arrastado por um beliscão de minha esposa.

“Quites!… quites?” Sibilou Sofia. “Qual é?”

“Tudo que você não souber não poderá comprometê-la! Lembra? Mas não se preocupe… a coisa é muito mais simples do que imagina! Depois você vai entender.” E me afastei rapidamente antes que ela tivesse tempo de retrucar.

(Continua  aqui!)

Anúncios
Explore posts in the same categories: Contos, Pierre, o alien.

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

3 Comentários em “(19)Pierre, meu alienígena de estimação (partes 44 a 46 de 101)”

  1. Li Says:

    Quando não tenho nada para pensar….eu penso…. quantas pessoas que eu conheço seriam CAPAZES de acolher e respeitar um ser de outro espaço?
    Contei nos dedos….3.
    Bateu uma tisteza.

    Um maravilhoso e iluminado 2011 !

  2. Li Says:

    Um dia eu te apresento ele,rs.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: