(5)Pierre, meu alienígena de estimação (partes 12 a 14 de 101)

(Para saber como começou clique aqui!)

012

“O que você achou da internet?” Um dia arrisquei.

“Me senti um pouco como um Rinut, mas aprendi bastante.” Respondeu Pierre.

“Não compreendi o termo…!”

“Ah! Rinut? Desculpe-me. É um povo símio com uma organização social extremamente rudimentar. Eles se alimentam basicamente de um tipo de cogumelo que cresce nos depósitos de lixo. Gastam quase todo o tempo livre procurando-o, mas é muito nutritivo!” 

013

Quando não estava na internet Pierre gostava de assistir programas via satélite que descreviam a vida animal do planeta. Em pouco tempo sabia mais sobre a fauna de Madagascar do que qualquer especialista na área.

Certa vez pediu que eu lhe ensinasse a jogar xadrez. Expliquei o movimento dos peões, cavalos, bispos, torres, dama, e rei. Depois a mecânica das capturas, o roque, e por aí vai. Ele sentou e me deu mate em 24 lances. Nunca mais joguei com Pierre.

No fim do décimo mês eu lhe disse:

“É notória sua superioridade intelectual sobre a nossa. Estamos nos sentindo como macaquinhos sendo observados por um ser infinitamente superior. Não nos parece que dispomos de qualquer nova fonte de informações de onde você possa adquirir algum tipo de conhecimento. Ainda o consideramos como amigo, mas não temos certeza se esse sentimento é recíproco. Diga então: o que ainda podemos oferecer que seja do seu interesse?”

Pierre respondeu: “Em primeiro não duvide de minha amizade! Em segundo lugar não subestime a capacidade humana de surpreender. Apenas por ser mais antiga minha espécie dispõe de meios para guardar informações que ainda não estão disponíveis a vocês. E eu ainda estou observando aspectos do comportamento humano que me confundem. Quando meu estudo estiver pronto você vai ser o primeiro a saber.”

014

“Quantos anos você tem? Pierre.” Perguntei numa repentina curiosidade.

“Não sei exatamente. O número correto de anos numa perspectiva terrestre necessitaria de um cálculo muito complicado, pois as referências mudaram muito de planeta para planeta durante a minha vida. Não acho conveniente somar os quase 6 mil anos em que estive ou viajei em animação suspensa…”

“Pode parar!” Interrompi.

“Tem certeza?”

“Absoluta!”

“Vocês são muito confusos!”

(Para saber como continua clique aqui!)

Anúncios
Explore posts in the same categories: Contos, Pierre, o alien.

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

5 Comentários em “(5)Pierre, meu alienígena de estimação (partes 12 a 14 de 101)”

  1. Li Says:

    Somos MUITO confusos,rs.

  2. Li Says:

    Pois é…..somos culpados por mentir,mas nos culpam também se falamos a verdade.
    Que puxa!

  3. camargo Says:

    to com medo de comentar, vc pode levar muito a sério…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: