(3)Pierre, meu alienígena de estimação (partes 7 a 8 de 101)

(Para saber como começou clique aqui!)

007

Eu, desde o princípio, tinha uma grande preocupação com a alimentação de Pierre. Julgava uma responsabilidade muito grande ter que alimentar um alienígena, considerando nossa colossal ignorância sobre o tema. Após o episódio dos vômitos fomos obrigados a conversar detalhadamente sobre o assunto.

Pierre disse que eu não devia me preocupar com sua alimentação, apenas a água bastava, e esclareceu que ele tinha os recursos para se alimentar por muitos anos. Na época eu não entendi como uma criatura que chegara virtualmente nua à minha casa poderia ter esses recursos. Ele esclareceu que nem os vegetais que consumia à mesa seriam realmente necessários, mas que os comia em caráter experimental. Nas únicas concessões que fazia em relação a produtos animais utilizava um leite totalmente desnatado, diminutas porções de peixe grelhado e mel.

Eu disse: “Rapaz, desse jeito você vai ficar fraco e desnutrido, e nós queremos o melhor pra você.”

Pierre sorriu à sua maneira e respondeu: “Considerando que vocês são meus amigos, quando penso nos seus métodos de ajuda e tratamento, fico ainda mais preocupado com o que pode acontecer comigo nas mãos de seu governo!”

Assim Pierre aprendeu a fazer piadas.

008

Pierre tinha um jeito peculiar de se referir a nós como espécie: “Vocês são muito primitivos!”

Não dizia isso como uma ofensa. Dizia daquela maneira arrevesada que soava mais ou menos assim: “Vocês son mûiiito pirrimitivos!” E ficava evidente que sentia uma profunda pena pelo nosso pirrimitivismo.

Um dia questionei sua presença naquele planeta tão primitivo e desinteressante. Pierre fez praticamente um discurso elogioso e depois me transformou num Homo erectus:

“Eu disse primitivo, mas não desinteressante. Quando vocês se lançaram ao espaço há 50 anos terrestres era evidente que não tinham a tecnologia necessária para a aventura que estavam iniciando. O risco era incalculável. Mas vocês demonstraram que o improvável não era impossível. Isto despertou em nós a curiosidade de conhecê-los melhor. Afinal, os avanços de uma espécie capaz de em 15 mil anos sair da barbárie absoluta e atingir o estágio necessário para viajar pelo espaço devem ser monitorados, até por uma questão de segurança no setor. Estou aqui para aprender. Nossa espécie jamais se arriscaria como vocês se arriscaram em tão pouco tempo e com tão poucos recursos. Hoje consigo ver que foram aventuras inconseqüentes, motivadas por interesses políticos, expondo vidas preciosas. Mas não deixam de representar um feito de uma espécie digna de estudo.”

“E depois?”

“E depois o quê?”

“O que você faz com o conhecimento que adquire nos estudando?

“Transmito esse conhecimento aos da minha espécie: seus hábitos, sua história, seu conhecimento, suas emoções, e assim por diante.”

“E depois?

“Como, depois?”

“Depois que os da sua espécie souberem que nós somos um povo primitivo, embora interessante, e que além de idiotas a ponto de fazermos experiências nos matando uns aos outros, não temos nenhuma defesa contra uma espécie tecnologicamente mais avançada.”

“Nós ficamos sabendo como vocês são e passado algum tempo, digamos mil dos seus anos, voltamos e fazemos um estudo comparativo.”

“Sem nos invadir e nos conquistar?”

“Pra quê?”

“Eu é que lhe pergunto! Por que saber tanto sobre uma espécie? Qual é o objetivo?”

“Vocês não conseguem perceber que o saber por si só já é um objetivo mais do que suficiente?… vocês são muito primitivos!”

(Para saber como continua clique aqui!)

Anúncios
Explore posts in the same categories: Contos, Pierre, o alien.

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “(3)Pierre, meu alienígena de estimação (partes 7 a 8 de 101)”

  1. Li Says:

    Somos muito primitivos,rs.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: