A tartaruga e o poste.

A tartaruga não tem nada a ver com o poste. Assim como o link não tem nada a ver com a piada. Mas dentro do permissivismo do momento político tudo é válido.

O Dr. Mauro Camargo escreveu um livro (Paris, setembro de 1793) e este livro foi transformado numa peça de teatro. Em seu blog ele colocou o link para o Youtube, onde a peça é divulgada, e se desculpou pelo eventual fisiologismo. Fiz um comentário no blog dele e depois achei que devia colocar o comentário aqui, já que nele há uma piada, que para alguns já deve ser velha, como tudo que rola na internet, mas que achei muito boa para não dividi-la. E desta forma  passo adiante também o link. Então lá vai:

“O conceito de fisiologismo envolve política partidária, interesses escusos, conluios imorais e outras rimas do tipo. O que você está fazendo é propaganda de uma peça de teatro que valorizou o seu livro. No máximo eu chamaria isto de um rasga-seda compreensível. É a política dos mortais comuns. Sobre a outra, a dos imortais incomuns, ouvi esta no consultório e achei muito boa:”

“O médico suturava um ferimento na mão de um velho gari. Num dado momento eles começaram a conversar sobre o país, o governo e, fatalmente, sobre Lula e  Dilma. O velhinho disse:
 – Bom, o senhor sabe, a Dilma é como uma tartaruga em cima de um poste…
Sem saber o que o gari queria dizer, o médico pediu que ele definisse melhor aquele paralelismo.
E o gari respondeu:
– É quando o senhor vai indo por uma estradinha e vê um poste. Lá em cima tem uma tartaruga tentando se equilibrar.  Isso é uma tartaruga num poste.
Diante da cara de bobo do médico, o velho acrescentou:        
– Você não entende como ela chegou lá;
– Você não acredita que ela esteja lá;
– Você sabe que ela não subiu lá sozinha;
– Você sabe que ela não deveria nem poderia estar lá;
– Você sabe que ela não pode fazer nada enquanto estiver lá;
– Você só desconfia do motivo para a terem colocado lá;
– Então, tudo o que temos a fazer é ajudá-la a descer, e providenciar para que nunca mais suba, pois lá em cima, definitivamente, não é o seu lugar!”

Se achou graça aproveite e visite Crônicas Urbanas da Mônica onde há o post Sem Título que vale a pena ler.

 

Anúncios
Explore posts in the same categories: Piadas, Política, Ponte

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

4 Comentários em “A tartaruga e o poste.”

  1. camargo Says:

    opa… valeu pela divulgaçao!
    mas, o senhor vai me enrolar muito antes de postar mais um capítulo?

  2. Franci23 Says:

    Eo pior de tudo e que essa falada tartaruga ira roer o fio de energia e nos deixar sem luz alguma.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: