Coito interrompido!

 

Votaram contra a lei, pela continuação da corrupção da forma que está, frustrando no mínimo 155 milhões de brasileiros (GUARDEM BEM ESTES NOMES), Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Marco Aurélio, Celso de Mello e Cezar Peluso, com direito, inclusive, a declarações debochadas e desrespeitosas de Marco Aurélio, que perdeu uma extraordinária oportunidade de calar a boca.

Jovita José Rosa, a senhora que preside o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, e responsável pelo projeto de lei que se convencionou chamar de “Ficha Limpa”, teve nesta madrugada uma grande frustração. Ela, eu e, talvez, você, ocasional leitor. O projeto que obteve o apoio de muito mais do que 1% do eleitorado, passou pelos trâmites na Câmara, no Senado, e no gabinete de Lula, foi barrado pela cúpula do poder judiciário. 

Jovita diz que: “Todas as vezes em que houve, no Supremo, julgamentos de crimes que levavam a sociedade a reagir contra a corrupção, eles sempre favoreceram a pessoa que estava sendo julgada. É recorrente a não condenação de pessoas que praticam crime do colarinho branco.”

Jovita, entre suas declarações, diz não entender por que uma lei, de iniciativa popular, que cumpriu todas as formalidades legais, que mostra o desejo da sociedade de combater a corrupção, e que é ansiosamente esperada por mais de 80% da população, recebe este tipo de tratamento no Supremo.

Votaram a favor da lei e pela atenuação da corrupção, em respeito à vontade popular, os ministros Ayres Britto, Cármen Lúcia, Joaquim Barbosa, Ricardo Lewandowski e Ellen Gracie. 

Votaram contra a lei, pela continuação da corrupção da forma que está, frustrando no mínimo 155 milhões de brasileiros (GUARDEM BEM ESTES NOMES), Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Marco Aurélio, Celso de Mello e Cezar Peluso, com direito, inclusive, a declarações debochadas e desrespeitosas de Marco Aurélio, que perdeu uma extraordinária oportunidade de calar a boca.

Só posso entender que Jovita está sendo irônica. Não quero acreditar que ela tenha se expressado de forma inocente quando diz não entender por que esta iniciativa popular foi barrada pelo Supremo.

Por via das dúvidas eu vou desenhar: a democracia é uma farsa, o povo pensa que o poder é exercido em seu nome, isto é uma das mentiras na constituição, somos governados por uma Corporação, o sistema vigente é de uma cleptocracia, os interesses que envolvem os poderes da república não são os mesmos do povo, e as nossas duas únicas funções são: trabalhar para que as burras do governo não sequem, e votar para que todos os conluios sejam legitimados.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Leis, Política, Realidade

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: