Lula e as palmadas.

 Meu tio! Tenha dó. Deixe esta questão para os especialistas: educadores, médicos, psiquiatras, psicólogos, e pais. Cuide de seus meninos parlamentares, meu tio. O senhor não está dando palmadas neles e veja só no que deu.

Quero agradecer publicamente as palmadas que a Sra Maria Jovita (minha mãe) e o Sr. Elysier (meu pai) me deram durante a minha vida. As mereci todas. Lembro mais: depois das palmadas e do choro eu fazia beiços e havia muxoxos seguidos de palavras, e, depois delas me tornei o ser humano que sou hoje. Imperfeito, crítico, auto-crítico, e alguns me rotulariam como obsessivo em busca de uma melhora impossível para mim e para a espécie. Cometo meus delitos. Sobram dedos ao contá-los. Todos, sem exceção, contra alguma lei, e nenhum contra a ética. Aliás, se as leis resolvessem os nossos problemas a sarneylândia estaria livre do roubo impudente. Agora tio Lula quer propor mais uma lei. A proibição das palmadas que me tornaram um homem e não permitiram que eu me tornasse, por exemplo, um juiz corrupto. Meu tio! Tenha dó. Deixe esta questão para os especialistas: educadores, médicos, psiquiatras, psicólogos, e pais. Cuide de seus meninos parlamentares, meu tio. O senhor não está dando palmadas neles e veja só no que deu. E digo isto respeitosamente (embora ele não tenha ainda respondido a minha carta), e até acho que depois da Dilma haverá um “volta tio Lula!” se o mundo não acabar em 2012. E acrescento: no 3º, ou quem sabe, no 4º mandato teremos um possível Nobel da Paz (não! aí já é exagero meu!). Na verdade eu acredito piamente que é aquela senhora magricela com óculos fundo-de-garrafa, a Dona Assessora, que não deixa as minhas cartas chegarem até ele. Mas, se Deus existe, um dia elas vão chegar. E aí, no eco, eu até explico umas coisinhas sobre o significado freudiano de umas palmadas aplicadas na bunda, e o bem que isto faz a um discurso carinhoso complementar. Oh! falei em discurso! pode ser até que chame a atenção…

Anúncios
Explore posts in the same categories: Leis, Política, Realidade

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

6 Comentários em “Lula e as palmadas.”

  1. Titi Says:

    Minha querida finada mãezinha ( que Deus a tenha em um lugar muito especial), sempre usou os seus métodos próprios de correção, e um dos principais que eu me lembro era a famosa “varinha de marmelo”. Mesmo tendo sido vítima deste sistema, que diga-se de passagem, funcionava que era uma beleza, nunca precisei de acompanhamento psicológico para me livrar de traumas dos corretivos que eram aplicados pelos meus pais. É claro que existe uma grande diferença entre uma “palmada pedagógica e uma surra que deixam marcas, muitas vezes profundas, as vezes até impossíveis de se ver com os olhos. Mas no rítmo que as coisas vão, a tendência é que daqui há alguns anos, se o mundo não acabar em 2012 é claro, nossos filhos é que estarão nos educando, e se ainda resistirmos seremos alvos de sanções impostas pelos nossos “governantes “.

    • romacof Says:

      Quando for aprovada a lei da abolição das palmadas será sugerida a da aplicação das pauladas, em nós.

      • Franci23 Says:

        Não dá a idéia dessa nova lei não, pois eles podem acabar levando a sério e daí a floresta amazônica vai perder muitas arvores pois aja pau para ripar essa população estúpida que nós somos.

  2. romacof Says:

    Melhor. A lei pode ser considerada inconstitucional por ser a favor do desmatamento. Lei é um negócio quadrado que rola. Sempre tem um ângulo insuspeito que permite que a verdade se transforme em mentira e a mentira em verdade. Depende do patrocinador.

  3. ( Li ) Says:

    Eu era uma peste,mereci cada chinelada !

    Até hoje,e já passaram 50 anos,lembro do que minha mãe me ensinou.

    Chinelada sim,espancamento nunca.

    • romacof Says:

      Esta é a chave! Os que querem proibir foram um dia espancados! É trauma! Não fui ferido psicologicamente pelas palmadas recebidas. Foram certamente merecidas. E eu repetiria os atos que motivaram as palmadas!! Na minha ótica eu estava certo. O problema está no comfronto das razões. Dois lados certos um dia se chocam. É inevitável!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: