Explicação para idiota entender o 13º!

Ou: aviso aos desinformados e aos alienados!

O ano tem 12 meses. O primeiro é janeiro e o último é dezembro. Os outros não vou dizer porque não estou aqui pra ser bobo de ninguém. Aquilo que o trabalhador regular recebe como 13º, não é um mês, é um abono usado como tapa-buraco,  que tem a função subliminar de tornar o otário parte da massa que movimenta a economia natalina. Mas não é um mês. Não existe no tempo. A terra não alonga a sua órbita em mais 30 graus.  Aliás, deve ser citado como 13º salário, e não como 13º mês.

 Os profissionais ditos liberais, que quiserem parar de trabalhar por um mês a título de férias, tem um ano de onze meses. Mas eles são considerados, pela grande maioria, como uma elite, e ninguém dá a mínima para esta aparente perda que têm estes indivíduos. Mas sempre é bom lembrar que os impostos e os encargos que incidem sobre aquele mês inexistente permanecem vivos, assim como todas as despesas normais, pois ao contrário do 13º, este mês não trabalhado existe.  O tempo não para. Usando o mesmo parâmetro astronômico explicativo, a terra não salta 30 graus em sua órbita. Neste mês, inclusive, se come, se bebe, se adoece, e todas as necessidades fisiológicas permanecem inalteradas.

Mas há uma certa confusão semântica entre o que é mês e o que é salário. Na prática o conceito é: Se você recebe o mês existe. “Você já recebeu esse mês?” “Você vai receber o mês de julho?” De modo inverso, se você recebe e o seu salário é roubado, você perdeu o mês. “Roubaram o mês de julho do Zé!” Sendo redundante, é bom não esquecer que os meses que realmente existem, para o brasileiro médio, são quatro; a sua escolha.  Em 4 meses os seus salários ou meses vão para os impostos. Em outros 4 meses os seus salários ou meses vão para pagar a suas necessidades ligadas à saúde, à educação, à segurança, e à locomoção em geral, que já deveriam estar cobertas pelos quatro meses anteriores, mas que o governo se esqueceu de aplicar. Na verdade aplica! mas com uma falta de qualidade que lhe obriga a refazer a aplicação. Sobram 4 meses. Três, se você é um profissional liberal.Cinco, se você recebe o 13º.

Mas, mesmo no Brasil, há um lugar das delícias. Enquanto a média do brasileiro vive com 4 salários, no olimpo se vive com 15 salários. Mais um 14º e mais um 15º. E mais um bonus-deboche: inexistem as despesas que o trabalhador comum tem naqueles 8 meses do recebe-paga-some-e-repaga. E mais um bonus-tripúdio: estas benesses podem ser manipuladas e multiplicadas livremente para o próprio usufruto do manipulador. Que maravilha!

Seguindo o nosso raciocínio, que mescla conceitualmente o salário e o tempo, estas pessoas privilegiadas vivem 15 meses por ano. Nós, em média, vivemos 4 meses por ano. Então estas pessoas vivem 3,75 vezes mais do que nós. A nossa expectativa de vida anda pelos 75. A deles  pelos 280… Não chega a ser uma imortalidade, mas, aos olhos dos Arigós, dá para entender porque alguns ainda são considerados imortais!

Explore posts in the same categories: Leis, Política, Realidade

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “Explicação para idiota entender o 13º!”

  1. Franci23 Says:

    É triste mesmo pensar nessa situação.
    Nego enche a barriga enquanto outros morrem de fome para os filhos das putas enriquecerem cada vez mais.

  2. Romacof Says:

    Não, Franci23, não é triste e nem é trágico! É cômico! Se fosse triste a história seria outra! Lembra? “MAS, SE ERGUES DA JUSTIÇA A CLAVA FORTE,
    VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA,
    NEM TEME, QUEM TE ADORA, A PRÓPRIA MORTE.”
    Um colega meu, quando lhe perguntam se é médico êle responde: “Mede-cu de dia e come-cu de noite.” Este é o espírito do governo que nos cur(r)a.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: