O “poblema” ‘tá nos “pensamento” das “pessoa”!

Coisa de trinta anos atrás. Era um fim de tarde invernoso. Saía da policlínica em que trabalhava na época. A chuva fina e fria, somada ao barulho da rua, coroava de forma expressiva um dia em que a lei de Murphy fora cumprida em todas as instâncias. Eu relutava em ganhar a rua. *** O porteiro (um sábio anônimo que me abria a porta todos os dias e de quem não guardei o nome) me saudou: “Cara amarrada, doutor!” como nos saúdam os desconhecidos íntimos, comuns nas cidade grande. “Problemas!” respondi num reflexo, e repeti mais para mim: “Problemas!” O porteiro disse, então: “O poblema tá nos pensamento das pessoa!” Naquele instante a semântica ficou encoberta pela concordância torta. Só sorri em resposta. E enfrentei a chuva. *** Hoje, num exercício mnemônico, tento recordar uma frase que me inspire e norteie, das tantas de efeito ditas pelos doutos mestres que tive, mas a única que me vem à mente é a do porteiro. *** O indicativo mais sintético dos problemas da humanidade está nesta frase. Nada expressa melhor o isolamento mental do ser humano e as conseqüências disto. Quantos conflitos, entre pessoas ou povos, ocorrem pela não verbalização do pensamento, ou pela sua má tradução em palavras! Como é difícil descrever eficientemente os sentimentos e as abstrações! As razões que justificam cada certeza estão codificadas na rede neuronal que concatena os inúmeros elos de cada pensamento! A real interpretação que cada um faz da verdade está lacrada em pensamentos individuais e nunca será realmente compartilhada; pelo menos neste estágio evolutivo! *** E se, por um instante, o véu da cegueira fosse rompido, ruindo a Babel neurofisiológica que nos faz ilhas! E se a mente humana (não de um homem, mas sim de todos os homens) fosse capaz de partilhar os pensamentos de forma límpida! Será… será que a moral infame que tantos homens personificam não nos aterrorizaria? Será que suportaríamos o desamor e o escárnio que se esconde sob sorrisos humanitários? Será que o veneno do ódio em suas mil faces não nos cegaria? E se o fedor da podridão nos invadisse a alma nos sufocando… Será!? *** Que tristeza! Quanta dor sentida pela parte que ainda ama e ajuda! Que pena! A humanidade ainda não está pronta para nascer como um ser único. Muitos pensamentos necessitam morrer antes da somatória que nos libertaria. Não podemos transformar nossa possibilidade num câncer cósmico! *** Pensando bem… agora me lembro do olhar triste do porteiro!

Anúncios
Explore posts in the same categories: Lendas

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

4 Comentários em “O “poblema” ‘tá nos “pensamento” das “pessoa”!”

  1. alancichela Says:

    Estranho a percepção da pré-ocupação, somos seres presos em nossa própria mediocridade.

    PS:. O Smn é pelo simples fato, que dessa forma estou salvaguardando a integridade de minha amiga.

    E é isso.

    Feliz Páscoa!

  2. ( Li ) Says:

    Eu que o diga !
    Sou arqueira….e quando digo uma coisa já espero que tenham entendido outra.
    Mania que o povo tem de entender tudo errado,rs.

    Acho normal dizer as coisas como são,salvo alguns momentos de absoluta loucura,e constato
    com tristeza que a verdade não encontra espaço neste nosso hospício comunitário.

    A verdade é uma coisa que todos desejam,mas que
    fingem não reconhecer quando a encontram.

    Ao contário de você …..eu acho que seria muito bom ler os pensamentos alheios,assim não seríamos pegos de surpresa por ninguém,rs.

  3. ( Li ) Says:

    rsrsrsrsrsrsrsr


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: